Font Size
   

Eflúvios Artificiais de Mulheres Abstratas

 

De 14 de Setembro a 20 de Novembro de 2011

 

Eflúvios Artificiais de Mulheres Abstratas

Daniel Santiago

(curadoria Grupo PIA)

 

Participação é marca da nova mostra de Daniel Santiago no Mamam

O artista pernambucano Daniel Santiago permanece tão inquieto, imaginativo e criativo como sempre em sua carreira. Em setembro, no Mamam, apresentará um de seus mais novos projetos, o Eflúvios Artificiais de Mulheres Abstratas. Com abertura no dia 14, a partir das 19h, a mostra, de curadoria do Grupo PIA, apresenta um trabalho onde imagens, essências e gestos compõem a busca poética pelo que é subjetivo e por paixões que se tornam comum a todos diante de grandes personagens femininas da literatura e da música.

 

Eflúvios Artificiais de Mulheres Abstratas é um trabalho recente, mas que contém elementos presentes em toda a trajetória do artista. O principal dele é a questão da criação coletiva. A mostra será composta por fotografias de dez personagens femininas marcantes da literatura, além de uma mesa com diversas fragrâncias (os eflúvios) que remetem a essas mulheres abstratas. A materialização dessas personagens acontecerá, em parte, através dessas fotografias, produzidas por dez artistas convidados. Essas imagens serão acompanhadas por um texto, e, ambos, dialogarão com a experimentação dos eflúvios dessas mulheres, criados a partir da combinação de ingredientes dispostos em um suporte no centro da sala.

Juntos, esses elementos possibilitarão narrativas sobre as personagens abstratas, que se encontram imaginadas e subjetivas. Assim, cada um, público e artistas, estão convidados a criar e recriar, através da experiência sensorial, essas presenças femininas. A realização desse encontro de linguagens se dará a partir da ação do público. As misturas de essências, definidas por Daniel Santiago, serão efetuadas pelo visitante em seu contato sensorial com as Mulheres Abstratas.

A mostra contará com a participação dos seguintes artistas (com suas respectivas Mulheres Abstratas): Bruno Vieira (Dama das Camélias); Bruno Vilela (Julieta de Romeu); Fernando Peres (Iracema); Fred Jordão (Maria Bonita de Agostin de Lara); Gil Vicente (Lolita); Kilian Glasner (Beatriz de Dante Alighieri); Manoel Veiga (Maria Bethânia de Capiba); Márcio Almeida (Capitu); Paulo Meira (Madame Bovary) e Roberto Botelho (Helena de Tróia).

 

Grupo PIA - O Grupo Pesquisas e Interações Artísticas (PIA), que assina a curadoria da mostra, foi formado em 2010. É composto por quatro pesquisadoras das áreas de história, sociologia e ciências sociais que se debruçam sobre a obra de Daniel Santiago, nesse primeiro projeto em parceria com o Mamam. Um dos primeiros resultados desse trabalho é a mostra Eflúvios Artificiais de Mulheres Abstratas, concebida em diálogo e parceria com Santiago. O PIA é: Cris Cavalcanti (cientista social), Laura Sousa (historiadora), Raíza Cavalcanti (jornalista e socióloga) e Raquel Borges (historiadora).

 

Assinar Newsletter

Nome
E-mail*

Redes Sociais

facebook_icon   wordpress_logo   twitter_icon   youtube_icon  Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhaes